Novo parceiro comercial: importação de carne bovina brasileira para o Kuwait

Anúncios
Anúncios

Você por acaso já ouviu falar sobre o Kuwait? Esse é o nome de um país que não aparece com muita frequência em notícias, não é mesmo? Pois hoje nós temos razões para falar do Kuwait e, provavelmente, estaremos falando desse país por algum tempo. Acontece que já é real a notícia sobre a importação de carne bovina brasileira para o Kuwait, o que configura uma nova relação comercial bastante vantajosa para o Brasil. De acordo com o Ministério da Agricultura, o país comprou cerca de 209 milhões de dólares dos nossos produtos agropecuários.

Para você que quer conhecer um pouquinho desse país que por hora ainda é desconhecido, nós trazemos uma breve descrição. O Estado do Kuwait (ou apenas Kuwait) é um país árabe localizado no Golfo Pérsico. Ele tem uma herança cultural que remonta à antiguidade, como é possível ver pelo design e arquitetura de seus prédios e monumentos. No que tange suas fronteiras, o país limita-se com a Arábia Saudita, Iraque e com o Golfo Pérsico. Essa relação comercial um tanto mais estreita com o Brasil se mostra um acerto das negociações do governo.

Anúncios
importação de carne bovina brasileira para o Kuwait
Entenda os detalhes da importação de carne bovina brasileira para o Kuwait. (Foto: Radisson)

importação de carne bovina brasileira para o Kuwait

Na realidade, não podemos dizer que a importação de carne bovina brasileira para o Kuwait é uma medida muito inovadora. Acontece que a novidade aqui diz repeito apenas à carne de boi, uma vez que o Kuwait já tinha negócios com o Brasil. Caso você não saiba, o Brasil já exporta para lá carne de frango, entre muitos outros produtos. Entre eles, você encontra itens como:

  • milho,
  • suco de laranja,
  • café solúvel,
  • farelo de soja,
  • café verde,
  • carne de frango (industrializada),
  • carne de pato (in natura),
  • castanha de caju e
  • carne de peru (in natura).
Anúncios

Assim sendo, a importação de carne bovina brasileira para o Kuwait é uma novidade positiva para a agropecuária brasileira. Contudo, é mais uma extensão comercial já existente do que algo absolutamente inovador. Para o consumidor brasileiro, resta ver como o governo vai lidar com a demanda nova de produtos agropecuários para não deixar as pessoas daqui na mão. Lembre-se que no final do ano passado a China precisou de mais carne e o churrasco do brasileiro teve de esperar.

Anúncios

Fonte: G1

crescimento industrial brasileiro

Compreenda a retração no crescimento industrial brasileiro

Taxas recorde do trabalho informal

Taxas recorde do trabalho informal em 20 estados brasileiros: confira!

Anúncios