in

Bolsonaro concede privilégios à Força Armada ao sancionar Previdência militar

Nesta terça-feira, 17, Jair Bolsonaro assinou a Previdência militar que favorece os membros da Forças Armadas. O texto foi proposto pelo Palácio do Planalto no primeiro semestre do ano e o Senado o aprovou no começo deste mês. A assinatura do presidente já era esperada. Isso porque ele havia afirmado que sancionaria o projeto quando esteve em um almoço de fim de ano das Forças Armadas.

O texto, que foi publicado no Diário Oficial da União, também irá beneficiar policiais militares e os bombeiros. Com relação à reforma dos servidores públicos e das pessoas que trabalham para a iniciativa privada, essa lei possui mais vantagens. Quer saber mais detalhes da Previdência militar? Então continue lendo o nosso artigo!

previdência militar
Saiba as principais informações da Previdência Militar! (Foto: Divulgação)

Mais detalhes sobre a Previdência Militar sancionada por Bolsonaro

Uma das mudanças que acontecerão por causa da nova lei é a alteração no tempo mínimo de serviço. Agora, em vez de se aposentar com pelo menos 30 anos de atividade, um militar precisará cumprir pelo menos 35 anos de serviço. É importante mencionar que não foi estipulada uma idade mínima para um membro das Forças Armadas se aposentar.

Outra alteração da Reforma são os reajustes anuais de salário que acontecerão até 2023. Os defensores da nova lei afirmam que os militares não recebem um aumento há anos. Já no período de inatividade, esses profissionais irão receber uma remuneração igual ao seu último salário. Além disso, vale destacar que esse valor terá o mesmo reajuste de quem estiver na ativa.

Ainda é importante que você saiba que o militar hoje tem a opção de demorar mais para se aposentar. Dependendo do seu posto ou gradação, ele pode trabalhar até os seus 70 anos. Antes de Bolsonaro sancionar a proposta do governo, a idade máxima com que ele poderia se manter nas suas atividades era de 66 anos.

Vale mencionar também que os benefícios que foram concedidos aos militares farão com que a União gaste o montante de R$ 86,85 bilhões em 10 anos. Antes de alguns pontos da Reforma serem sugeridos, como é o caso do reajuste de salários, o governo iria economizar o valor de R$ 97,3 bilhões de reais em uma década. No entanto, com o acréscimo das vantagens, a economia agora será de apenas R$ 10,45 bilhões.

Considerações finais

Tendo dito isso, nós do Conseil Credit esperamos que você tenha entendido o que mudou com a implementação da Previdência militar. Se quiser saber mais sobre assuntos econômicos, continue acompanhando o nosso site!

impeachment de trump

Impeachment de Trump deve acontecer, mas ele continuará na presidência

rendimento no governo bolsonaro

Mais pobres foram os que perderam mais rendimento no governo de Bolsonaro