Insatisfação do brasileiro com a vida cresce e lidera toda a América Latina

Anúncios

Apesar de sermos conhecidos pelo acolhimento e pela alegria, cresce a insatisfação do brasileiro com a vida. Bom, isso não é nenhuma surpresa considerando que acabamos de enfrentar uma recessão econômica absurda, que deixou vários de nós desempregados. Nesse contexto, “vários” nem é a palavra certa. Mais de 10 milhões de pessoas perderam seus empregos, se endividaram e passaram por momentos dificílimos com suas famílias. Além disso, vale a pena ressaltar que muitas dessas pessoas ainda não conseguiram a reinserção.

Dessa forma, quem estava sem emprego antes continua sem emprego agora. Ou, pelo menos, continua sem um emprego formal. É fato que muitos brasileiros estão complementando a renda inexistente com trabalhos informais ou intermitentes. Contudo, não necessariamente isso ajuda, já que os serviços informais beiram a exploração. Ademais, quem trabalha com serviços intermitentes não ganha muito. Nesse contexto, ainda há que se considerar quem voltou para o mercado de trabalho, mas para uma atuação totalmente diferente da anterior.

Anúncios
insatisfação do brasileiro com a vida
Entenda porque cresce a insatisfação do brasileiro com a vida! (Foto: Band Notícias)

Além disso, em um post recente noticiamos que mais brasileiros estão recebendo o salário mínimo quando comparamos o final de 2019 com anos de recessão. No entanto, isso não necessariamente é algo positivo, pois muita gente que ganhava mais agora está ganhando metade, um terço ou até menos que isso. Assim, é natural que muitos brasileiros estejam tristes e sem perspectiva. No topo do bolo, quem está esperando por novas vagas de emprego sem capacitação tecnológica corre o risco de continuar sem trabalho.

Entenda as razões da liderança: insatisfação do brasileiro com a vida

Em pesquisa veiculada pelo Valor Econômico, a insatisfação do brasileiro com a vida está completamente atrelada à situação econômica do país. Estamos falando aqui de 58% de brasileiros infelizes por dois motivos principais. Em primeiro lugar, a fonte da insatisfação vem da sensação de inutilidade do investimento em uma carreira. 57% dos insatisfeitos por aqui estão conscientes de que precisarão reinventar as próprias carreiras para manter ou conquistar um padrão de vida decente. Nesse contexto, de que serve toda a experiência e educação prévia?

Anúncios
Anúncios

Além disso, a insatisfação do brasileiro com a vida lidera o índice de toda a América Latina porque os brasileiros não estão realizando seus sonhos. 80% dos entrevistados que se declararam infelizes não conseguem tirar pelo menos um projeto do papel. Obviamente, a maioria esmagadora de nossas metas está atrelada às nossas finanças. Assim, se o país vai mal, individualmente nós também sentimos o impacto do problema. Na atual conjuntura, a educação financeira não resolve tudo. É preciso complementá-la com sessões de terapia.

Fonte: Valor Econômico

Estante Virtual

Confira as implicações da venda da Estante Virtual. O que muda para o cliente?

Coronavírus e projeções para o PIB

A relação entre o Coronavírus e projeções para o PIB