Carne fica 17,7% mais cara em dezembro e prévia da inflação do mês acelera 1,05%

Anúncios

Os consumidores de carne já estão acostumados a ver esse alimento ficar cada vez mais caro nos supermercados e açougues. Infelizmente, não foi diferente no último mês desse ano, já que o preço da carne ficou 17,7% mais salgado em dezembro. No entanto, não foi só esse item que ficou menos acessível. O preço de outros produtos e serviços também aumentaram e tiveram impacto na previsão da inflação.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) mostrou que, no mês de dezembro, a inflação deve ficar de 1,05%. O percentual aumentou bastante se comparado ao do mês anterior, que foi apenas de 0,14%. Quer saber mais sobre esses dados? Então continue lendo este artigo porque nós do Conseil Credit iremos detalhá-los para você!

Anúncios
inflação
Se informe sobre o aumento do preço das carnes e da inflação! (Foto: Divulgação)

Detalhes sobre o aumento do preço das carnes e da inflação

Para se ter noção do encarecimento das carnes, é necessário levar em conta que o percentual de 17,7% é quase a metade do IPCA-15 deste mês. O alimento ficou 25,69% mais caro quando considera-se o ano de 2019 inteiro. Outros grupos de produtos e serviços também ficaram com o preço mais salgado. O feijão-carioca (20,28%), as passagens aéreas (15,63%) e os jogos de azar (36,99%) são alguns deles.

Vale mencionar que a carne foi o produto que teve o maior impacto individual no índice do mês (0,48 ponto percentual). Uma das razões para o aumento do preço da carne foi o crescimento do consumo do produto por parte dos chineses. Uma doença matou milhares de porcos do país asiático e a população da China passou a importar mais a carne bovina brasileira.

Anúncios
Anúncios

No entanto, para a alegria dos brasileiros, há grupos de produtos e serviços que ficaram mais baratos. Os preços da batata-inglesa e da cebola caíram, respectivamente, 9,33% e 7,18%. Os itens de TV, som e informática ficaram 2,09% mais baratos. Artigos de residência e mobiliários também foram produtos que ficaram mais acessíveis. Os preços deles caíram 0,84% e 1,16%, respectivamente.

O governo espera que a inflação deste ano seja de 4,25%. Para que isso ocorra, é comum que o Banco Central diminua ou aumente a taxa básica de juros da economia (Selic). No momento, ela está em 4,5% ao ano. Só será possível saber se a meta foi comprida em janeiro de 2020, quando o IPCA será divulgado. Estima-se que, no ano que vem, a inflação seja de 3,60%.

Considerações finais

Isto posto, nós do Conseil Credit esperamos ter esclarecido as principais informações sobre o encarecimento da carne e alta da inflação. Se você quiser saber mais notícias relacionadas à economia do país, continue acompanhando o nosso site!

Flamengo perdeu para Liverpool

Flamengo perdeu para Liverpool na final do Mundial, mas Jesus declara “Fomos tão bons quanto eles”

sobretaxar aço e alumínio

Depois de ligação com Trump, Bolsonaro afirma que EUA não irão sobretaxar o aço e o alumínio brasileiros